Linhas para bordado à mão

▸7 de outubro de 2016



Agora que você já conhece a maioria dos tipos de bastidores, chegou a hora de aprender um pouco mais sobre linhas para bordar. Pode até não parecer, mas a escolha da linha muda por completo o resultado final do seu trabalho. Por isso, não só a cor é importante, mas também o tipo!


1. Perlé
A linha Perlé é vendida em novelos e possui um único fio, que passa por um processo chamado de mercerização – “operação que consiste em impregnar de soda cáustica os fios e tecidos de algodão para dar-lhes uma aparência brilhante e sedosa, maior absorção das cores e resistência”, de acordo com o Google. É o tipo que eu mais uso nos meus trabalhos porque gosto do resultado. São confeccionadas em algodão e algumas marcas usam algodão egípcio, o que proporciona mais brilho e um toque mais sedoso. Mas as linhas Perlé de algodão comum são muito boas, também. É perfeita para bordado livre!



2. Mouline
A linha Mouline é muito usada pela maioria das outras bordadeiras. Eu, pessoalmente, não gosto de trabalhar com ela porque não faço bordados tão delicados. É vendida em meadas, que consiste em seis fios. Requer um pouco mais de cuidado na hora de bordar porque é preciso separar os fios, cuidando para não dar nós na meada. Também existem em algodão egípcio, ou comum. É ótima para ponto-cruz!



3. Mesclada ou Matizada
Eu sou apaixonada por linhas mescladas! Tanto a Perlé, quanto a Mouline, possuem um catálogo bem variado de cores. Deixam o trabalho muito bonito e são próprias para bordado em degradê. Gosto de usá-las quando quero que meu bordado tenha jogo de luz e sombra, sem precisar usar linhas mais claras e escuras – nuvens, folhas, sol, qualquer coisa que precise de profundidade fica mais bonita com linhas mescladas!



4. Torçal
Um pouco mais grossa do que a Perlé, a Torçal também vem com apenas um fio e é vendida tanto em novelos quanto em meadas. Na verdade, são dois fios Perlés um pouco mais finos, torcidos. Não existem tantas cores disponíveis e é um pouco mais difícil de encontrar em armarinhos (mas alguns sites vendem). É boa para bordados mais rústicos, como o mexicano, peruano e crewel.



5. Metalizada
A maioria das linhas metalizadas são feitas de 65% Viscose e 35% Poliéster. Vendidas em meadas e novelos de costura, são usadas raramente em trabalhos de bordado à mão. Confesso que usei uma única vez e foi uma experiência estressante. A linha enrola demais, a Viscose escapa do Poliéster e dá muitos nós. Ok, ficou um pouco mais fácil depois que comecei a molhar a linha antes de bordar, mas mesmo assim procuro usá-la apenas para detalhes mínimos como, por exemplo, asas de insetos, ou estrelas. É um tipo de linha que a maioria das bordadeiras evita! Se você tiver alguma dica de como bordar com linhas metalizadas sem perder a paciência, é só me escrever nos comentários!

Bom, esses são os tipos mais conhecidos de linhas para bordado à mão, mas não podemos nos esquecer de que é possível bordar com qualquer linha! Até mesmo aquelas de lã, que são mais grossas e ficam lindas em preenchimentos de desenhos maiores, ou mesmo as linhas para crochê. O importante é usar sua criatividade!

0 comentários:

Postar um comentário